Transferência de Veículo com Certificado Digital: Como Funciona?

A transferência de veículo ganhou ainda mais rapidez e facilidade com o certificado digital. 

De acordo com o Ministério da Infraestrutura, já é possível transferir a propriedade veicular usando a assinatura digital. 

O processo reduz a burocracia do trâmite e é feita por meio da plataforma Gov.br. Entretanto, para efetivar a ação, é preciso que o carro, moto ou caminhão também tenha documento digital.

Geralmente, os veículos transferidos ou fabricados a partir de 04 de janeiro de 2021 já contam com a documentação online. 

Quer saber mais? Então, siga para as próximas linhas para conferir como fazer a transferência de veículo com certificado digital.

Passo a Passo da Transferência de Veículo com Certificado Digital

Sem dúvida essa nova funcionalidade permite fazer as transferências de forma mais simples, rápida e menos burocrática.

Afinal, dispensa o famoso reconhecimento de firma em cartório ou a realização de contratos firmados em papel. 

A novidade está disponível para todos que têm o cadastro no Gov.br e utilizam o aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT). 

Porém, também é preciso ter o certificado digital ativo e confirmar se o Detran onde o carro será registrado já usa o novo sistema. 

Inclusive, ter a certificação online tem sido fundamental para atividades cotidianas diversas, como transações financeiras e vendas. 

Ele garante segurança, agilidade e tem validade legal, protegendo as operações. Com a transferência de veículo não é diferente. 

Ao ter o certificado digital, é preciso acessar o site do Denatran usando o e-CPF ou e-CNPJ e solicitar a emissão dos documentos necessários. 

Já tendo o Certificado Eletrônico de Registro de Veículo (CRV-e), basta emitir a ATPV-e (Autorização Eletrônica para Transferência de Propriedade de Veículo).

Esse documento manifesta o acordo entre o antigo e o novo proprietário quanto a transferência de veículo. 

Depois, a assinatura digital da documentação será feita e validada com o órgão emissor, os requerentes e/ou a entidade pública ou privada atribuída legalmente.

Também é possível realizar o processo com a venda de pessoa física para pessoa jurídica. 

Desde que, esta última, esteja integrada ao Registro Nacional de Veículos em Estoque (Renave). 

Dúvidas comuns sobre o processo

Como você viu, a transferência de veículo com certificado digital é simples e rápida. Entretanto, requer alguns cuidados no trâmite, além dos acima. 

Por exemplo, é preciso informar o CPF do comprador e que ele também tenha assinatura digital para realizar tudo digitalmente. 

Além disso, o comprador deve repetir o processo acima por sua parte para que a autorização seja enviada diretamente ao sistema do Governo Federal. 

Vale ressaltar também que é preciso alcançar o nível ouro no cadastro no Gov.br. Ele é o mais seguro de todos os níveis disponíveis na plataforma. 

Pelo site de cadastro você consegue visualizar o caminho necessário para subir para cada um dos níveis.

Após esses passos e processos lembre-se que será agendada a vistoria veicular presencial. Somente com ela é que a mudança de propriedade será efetivada. 
A equipe Mundo Digital está preparada para te ajudar a emitir o certificado digital e-CPF ou e-CNPJ, com toda a segurança. Entre em contato pelo chat e faça o seu.